quinta-feira, 10 de junho de 2010

O trabalho com mães de crianças com doenças crônicas

Percebe-se que com o nascimento de uma criança com N.E.E ou com uma doença crônica, a estrutura familiar se fragiliza, a mãe é a pessoa que mais sente esta mudança, visto que terá que se desdobrar com os cuidados a esta filho (a). Sendo assim este trabalho é de suma importância para a família e para a instituição na qual esta criança é atendida.

A arteterapia em centros de reabilitação ou a centros onde se atende a esta população tem por objetivo trabalhar com emoções, sentimentos resgatando e re-estruturando a auto-estima, o autoconhecimento, a autoconfiança e a autonomia. Sendo assim com a introdução da arteterapia vinculada a áreas da saúde como: fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia acompanhamentos médicos , estaremos estendo o atendimento que passará a ser mais amplo, pois deixaremos de atender e cuidar só da criança, mas o estenderemos para seu principal cuidador - a mãe.

O atendimento arterterapeutico visa, portanto desenvolvimento da auto-estima, confiança, autoconhecimento e a maior conscientização do seu papel de mãe e mulher. Buscando trabalhar com as mães como um ser único.

Trabalhando com grupo de mães, estaremos possibilitando a re estruturação da sua vida, resgatando a mulher / mãe que existe nelas, conscientizando as da sua tarefa. Acredita-se que com o fortalecimento das mães a estrutura familiar aos poucos vai se equilibrando. Usando a arte como facilitadora, visando à transformação interna, melhorando a relação consigo mesmo e com o outro.

Para tanto nos valemos de materiais como: tinta, argila, cola lápis de cera e cor, papéis diversos, massa de modelar, os quais são usados nas colagens, pinturas, montagens, esculturas. Este trabalho é composto de três momentos a sensibilização, a proposta e o encerramento. O intuito é deixar que a arte se encarregue de trabalhar e resgatar sentimentos e emoções que vão sendo trazidos à consciência e elaborados pelas mães.

Acreditando que quando a mãe esta equilibrada e estruturada, provavelmente estará dando mais carinho e atenção, lidando melhor com esta criança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário