quinta-feira, 20 de março de 2014

Dia do Contador de histórias

Hoje é o dia do contador de histórias ... Parabéns à você que sabe contar e encantar crianças e adultos !!!!

Gosto muito deste recurso para os atendimentos arteterapeuticos , acredito muito no poder que a história traz .... já contei varias histórias para mulheres nos meus encontros ... mas não creio ser uma contadora!!!!


Trago aqui o que muitos , que respeito,   falam sobre as histórias !!! 

HISTORIAS...podem ensinar ,corrigir  erros, iluminar o coração , oferecer um abrigo psicológico , promover mudanças e curar feridas..
Clarissa Pinkola Estes

“Contar histórias é revelar segredos, é seduzir o ouvinte e convidá-lo a se apaixonar... pelo livro... pela história... pela leitura. E tem gente que ainda duvida disso.” (Grupo Morandubetá Contadores de Histórias)

A experiência de ouvir e contar histórias é uma antiga arte ligada à essência do ser humano. As narrativas tradicionais expressam em imagens as verdades mais profundas da vida. Daí serem eternas.




Uma arte que fala com o coração. E fala ao pé do ouvido, de mansinho, quase sussurrando para não despertar os sonhos, como se fosse mesmo uma cantiga de ninar ou - quem sabe - pura magia. Mas o mundo das histórias é mesmo mágico. Mexe com as emoções (quanto mais escondidas, melhor), brinca com o tempo, desfaz aqui, refaz mais adiante, descobre verdadeiros tesouros criativos que a memória perdeu pelo caminho, e muda para melhor a vida das pessoas. Até porque nele tudo é permitido. Nancy Mellon

Os contos são um tesouro da humanidade. Irradiam beleza e sabedoria para nossa desconhecida e tortuosa jornada da vida.

 
 
 
 
"Quando afirmamos a intuição, somos, portanto, como a noite estrelada: fitamos o mundo com milhares de olhos.”  
Clarissa Pinkola Estés.

Os contos são um tesouro da humanidade. Irradiam beleza e sabedoria para nossa desconhecida e tortuosa jornada da vida.

Lewis Caroll  diz que contar uma história é dar um presente de amor ,penso que seja mais que isso. Contar uma história é iluminar, acender uma chama nos corações e luz no olhar para contemplar a vida.

"...Ouvir histórias é viver um momento de gostosura, de prazer, de divertimento dos melhores... É encantamento, maravilhamento, sedução... O livro da criança que ainda não lê é a história contada. E ela é (ou pode ser) ampliadora de referenciais, poetura colocada, inquietude provocada, emoção deflagrada, suspense a ser resolvido, torcida desenfreada, saudades sentidas, lembranças ressuscitadas, caminhos novos apontados, sorriso gargalhado, belezuras desfrutadas e as mil maravilhas mais que uma história provoca...
Fanny Abramovich

“...os contos de fada, longe de serem vistos como algo superado ou mero entretenimento infantil, precisam urgentemente ser redescobertos como fonte de conhecimento e de vida... Esta é a função do conto de fadas hoje. Fonte de conhecimento humano, portanto esse tesouro de conhecimento, mítico, simbólico, pleno de arquétipos, que fala do homem e de sua natureza, ao ser transposto para os dias de hoje tem que ser para o resgate do conhecimento neles contidos, além das sempre estimulantes histórias que trazem em seu interior estes conhecimentos.”
Nelly Novaes Coelho – O conto de fadas (1987).





Nenhum comentário:

Postar um comentário