quarta-feira, 7 de maio de 2014


Ser mãe!!!

Domingo agora dia 11 de Maio, será comemorado o Dia das Mães, penso que as mães devem ser reverenciadas não somente neste dia, mas sempre ao longo de sua existência. Isso porque o seu cuidado materno não se finda quando crescemos, casamos e formamos a nossa nova família, mudam de foco talvez, mas continuam sempre presentes.

Mães cuidam dos filhos e  filhas, e muita vez ate dos netos e bisnetos, seu cuidado é continuo , preocupando - se  se comeram ,  se  agasalharam , se estão bem , a que horas chegam .
Acredito que já tenha trazido aqui o que pensa a autora Estes, no seu livro “A Ciranda das Mulheres Sabias”  , esta autora  nos fala que a vida da mulher pode ser comparada a de uma arvore , e se pensarmos que a arvore simboliza  a grande mãe da natureza  esta relação é bastante pertinente .
Afirma que como a arvore, nos mulheres e mães, temos raízes profundas,  e que embaixo da terra há uma arvore oculta,  e por traz de uma mulher sempre há outra oculta, que esta sempre presente que nos faz buscar sempre a vida melhor . Ela que dá forças para que possamos passar por diferentes provações, ou dificuldades.

Em algumas famílias temos a mãe a matriarca, aquela que tem ao seu redor filhas, filhos, netos e bisnetos, assim é aqui em casa,  ela é a grande mãe  e  a grande avó , esta mulher contem  nas suas raízes a possibilidade de gerar e curar ,  pois é nas suas raízes,  que encontra as forças que geram o impulso da vida , do amor , da abundancia .
No transcorrer de sua vida, a mãe vai gerando novos saberes, novos conhecimentos, cria raízes profundas que lhe possibilitam, estar sempre pronta a dar um pouco de seu amor , de seu cuidado a àqueles que a cercam.

A mãe e mulher é criadora e criativa, tem uma força vital dentro de si,  que a faz expandir , sempre mais , quando geramos,  não geramos somente crianças,  podemos gerar ideias , atitudes.

Aqui reverencio a minha mãe a grande avó, como Estes as denomina de abuelitas, estas avozinhas, ou vovozinha como a chamam seus bisnetos, ela é como afirma Estes, A Grande Avo, que ainda mantem sua perspicácia,  e seu grande amor,  ela tem qualidades e características impares que a fazem única.  

Estes nos fala das avós dos mitos e contos de fadas que trazem sempre o amor maior, protegendo sempre os que a rodeiam, as avos para mim são mães duas vezes,  e portanto,  merecem a nossa reverencia , nosso carinho .

Independente da idade da mãe ou da avó creio que esta, ultima carrega o espirito da avó  que significa poder ensinar a sabedoria , além de criar novas situações onde age com carinho e inteligência.

A minha mãe e avo (de meu filho e sobrinhos (as) )  carrega consigo algumas ferramentas magicas , que podem ser:  o ritual , a musica , a sopa , o chá , a   conversa , a mão carinhosa , o sorriso maroto e brincalhão , o senso de humor por vezes ate malicioso , a palavra gentil , o olhar meigo , isso a faz  cada dia mais sabia , mais digna ( como ela sempre o diz ) ...

          A ela dedico este texto e  a reverencio. Feliz dia das Mães.

4 comentários:

  1. Muito bonito, Nancy! Linda homenagem!!

    ResponderExcluir
  2. Pensei nesta homenagem com muito carinho , feliz por terem também gostado !!!! Bjs

    ResponderExcluir
  3. Bacana demais, Nancy!!!! Linda homenagem!!! Penso da mesma forma!!! Se pensarmos bem sobre a palavra MÃE ela nos transmite só sensações boas: de proteção, de sabedoria, de companheirismo... tb sou muito feliz por minha mãe e por ser mãe!!! É uma tarefa árdua, mas muito prazerosa!!!

    ResponderExcluir
  4. ALICE!!! GRATA POR SUAS PALAVRAS , REALMENTE DESEJEI TRAZER PARA ESTE TEXTO A IDEIA PRAZEROSA DE SER MAE, E TAMBEM A ALEGRIA DE AINDA TER COMIGO A MINHA MAE !!!!

    ResponderExcluir